Vivo inventando um motivo para sorrir, vivo inventando meios para me ocupar, vivo andando de um lado para o outro dentro de mim!
Uma voz em meu interior sempre grita: Por quê?
e uma outra responde: Calma, calma!
Seria tão mais fácil se pudéssemos escolher os nossos caminhos, se pudéssemos controlar nossos sentimentos, sejam eles amor, raiva, impulso ou medo.
Eu adoraria viver no meu mundo, onde tudo acontece como eu quero.
Já são 22:00 hrs e essa voz em mim já tá me enlouquecendo, mas eu sei de quem é essa voz. É do coração.
Mas estamos brigados, sabe?! Ele anda muito bobo, então eu o ignoro.
Será que todo o coração é bobo feito o meu?! Acho que não.
Já são 23 hrs, fui pra cama e voltei, me falta sono e me sobra tédio. Não tem nada de bom na tv.
Detesto admitir, mas estou com o celular na mão e pronta pra te ligar. É, eu vou te ligar.
Lá vem essa voz de novo, que saco! Eu desisto, vou dormi.
Já deitada na cama a minha cabeça roda, roda e roda de novo. Tô pensando em tudo o que fiz durante o dia, e me perguntando: Por que sempre volto a pensar em você?
Já sei, vou comer. Isso, finjo que to com fome! Não, não, melhor não.
Quero ouvir musica agora. Não, não é isso. Eu quero você, eu amo você!
Pra que inventar desculpas, pra que tentar me enganar?
Às vezes dói muito, mas vai passar. Vai sim!
A chuva passa, a primavera passa, então o amor também é passageiro!
Nossa to com sono, que bom!
Eu preciso dormir, não para sonhar com você, mas para amanhã acordar diferente.
Deixa a vida ser como ela é, desde que eu continue dormindo... ZzZzZz.                    

Reações: